Google+ (Google Plus)

Ajude a divulgar o MyTraceLog clicando no botão +1.

29 de agosto de 2011

Instalando Flash Player 11 beta 2 no Firefox do CentOS 5.6

flashplayer11beta2.01.png

Esse artigo tem como objetivo apresentar como fazer o download e instalar o Adobe Flash Player 11 beta 2 64 bits para o Firefox 3.6.18 x86_64 do CentOS 5.6 x86_64.

A versão beta 2 do Adobe Flash Player 11 foi lançado dia 8 de agosto de 2011 e traz novas funcionalidades, as principais são:
  • APIs Stage 3D
  • Suporte nativo a 64 bits
  • Compressão de áudio para telefonia utilizando o codec G.711
  • Suporte ao codec H.264 e AVC SW
  • Suporte a JPEG-XR

Como a versão é beta, não é recomendado a utilização do mesmo em sistema de produção. A versão final do Adobe Flash Player 11 está prevista até o final do ano.

Requisitos para versão Linux

  • 2.33 Ghz ou processador superior compatível com a arquitetura x86, ou Intel Atom 1.6GHz ou processador superior para netbook.
  • Red Hat® Enterprise Linux (RHEL) 5.6 ou superior, openSUSE® 11.3 ou superior, Ubuntu 10.04 ou superior.
  • Mozilla Firefox 3.6 ou superior, Google Chrome.
  • 512 MB RAM, 128 MB de vídeo.

23 de agosto de 2011

Configurando pastas compartilhadas na VM CentOS 5.6 do Virtualbox

O presente artigo irá ensinar como compartilhar arquivos no Virtualbox 4.0.6, utilizando o Windows 7 Ultimate 64 bits (Hospedeiro) e o CentOS 5.6 x86-64 (Convidado). Será apresentado como configurar o compartilhamento em modo texto e em modo gráfico, e para finalizar como acessar o compartilhamento.

Pasta compartilhadas (Shared Folders) é uma das funcionalidades oferecidas pelos adicionais para convidado (Guest Additions) que torna fácil o compartilhamento de arquivos entre o sistema hospedeiro (Host) e o convidado (Guest). Os arquivos residem fisicamente no sistema hospedeiro, e é compartilhado com o sistema convidado.

Para criar a VM e instalar o CentOS 5.6 foi publicado os seguintes artigos:

Existem 2 maneiras de configurar as pastas compartilhadas:
  • Modo texto: é executado via linha de comando.
  • Modo gráfico: provavelmente o mais utilizado devido a facilidade.

Ambas as maneiras são executadas no sistema hospedeiro, que neste caso é o Windows 7 Ultimate 64 bits. Outra coisa importante é que a configuração deve ser realizada com a VM desligada.

Segue o seguinte exemplo como estudo de caso:
Configurar o compartilhamento permanente do diretório raiz D:\ do Windows 7 com o nome D_DRIVE, e disponibilizar o acesso para o usuário mytracelog da VM MyTraceLog, o compartilhamento deve ter acesso de leitura e escrita, e deve ser montado automaticamente ao iniciar a VM.

Requisitos

Antes de configurar as pastas compartilhadas é necessário instalar os adicionais para convidado, o procedimento é explicado no artigo abaixo:

15 de agosto de 2011

Resolvendo a provinha de programação do Google Developer Day Brasil 2011



O Google Developer Day é um evento de um dia que traz conteúdo avançado, técnico e funcional, sobre as plataformas e produtos do Google. No Brasil, o evento será realizado dia 16 de setembro de 2011 em São Paulo, e apresentará o seguinte assuntos: Android, Chrome & HTML5, Cloud/Geo, Tech Talk/General e Orkut. Apesar de ser um evento gratuito, as vagas são limitadas.

As inscrições foram abertas no dia 8 de agosto e vai até dia 19, e pode ser feita através do site oficial. A provinha de programação faz parte do processo de inscrição e servirá como um critério de seleção caso haja mais inscrições do que vagas disponíveis no evento. Responder a provinha não é obrigatório, mas caso não haja vagas suficientes para todos os inscritos, será utilizado o resultado da provinha como critério de classificação.

Para fazer a provinha, acesse o Developer Quiz.

Bom apesar de não ir participar do evento, achei a provinha muito interessante. Inicialmente eu ia resolver em Delphi 7, mas pensando melhor, resolvi fazer em PL/SQL no Oracle 11g R2. A provinha é composta por 5 questões. É apresentado o idioma Googlon, idioma até então desconhecido, arqueólogos encontram dois pergaminhos, baseado em um dos pergaminhos, nós temos que descobrir informações do outro.

Quando li as 3 primeiras questões vi que a solução era aplicar Expressão Regular, foi por isso que abandonei a ideia de fazer em Delphi 7, o mesmo não possui suporte nativo a Expressão Regular, que coisa não ? A quarta questão envolve ordenação, coisa que o Oracle faz brincando, a última é a que dá um maior trabalho que envolve conversão de letra para número, de acordo com algumas regras específicas, a numeração Goonglon é base 20.

Gostaria de propor o desafio a todos os desenvolvedores para a realização desta provinha, a solução pode envolver qualquer tipo de linguagem: .NET, ASP, C, C++, C#, Delphi, Java, Javascript, Pascal, Perl, PHP, PL/SQL, Phyton, Rubby, Visual Basic, ou a linguagem que você mais domina. O desafio consiste em resolver a provinha, e publicar a solução, da mesma forma que estou fazendo agora. O desafio é interessante, pois não impõe o uso de uma determinada linguagem, dando liberdade ao desenvolvedor. Como diz o ditado "Não existe bala de prata!", desta forma podemos ver o potencial de cada linguagem, e o mais importante, o potencial do desenvolvedor. Ao que aceitarem o desafio, por favor, deixem um comentário neste artigo apresentando a solução.

O desafio inicia hoje (15/08/2011) vai até sexta-feira (19/08/2011) teoricamente. Teoricamente é porque sexta-feira termina as inscrições do evento. Provavelmente o Quiz Developer não estará mais disponível. Mas por isso, guardei uma cópia da minha provinha, que pode ser utilizada no desafio.

Segue a cópia da provinha, em seguida, irei apresentar a solução aplicada em cada questão.

6 de agosto de 2011

Instalando os adicionais para convidado (Guest Additions) na VM CentOS 5.6 do Virtualbox

Neste artigo apresentarei como instalar os adicionais para convidado em uma VM CentOS 5.6 x86_64 (guest) hospedado no Windows 7 Ultimate 64 bits (host). Adicionais para convidado, também conhecido como guest additions, é um conjunto de dispositivos de drivers e aplicativos de sistema que otimizam o sistema operacional convidado (guest) para um melhor desempenho e usabilidade.

Antes de prosseguir é interessante ler os seguintes artigos:
Os adicionais para convidado oferece as seguinte funcionalidades:
  • Integração de mouse: Não é necessário pressionar o Ctrl da direita no sistema convidado para ir pro sistema hospedeiro. O foco do mouse é detectado automaticamente apenas posicionando o mouse no sistema convidado.
  • Compartilhamento de pastas: Suporte a um compartilhamento entre o sistema convidado e o sistema hospedeiro.
  • Melhor suporte a vídeo: Suporte a altas resoluções e aceleração 2D/3D.
  • Janelas Seamless: Janelas do sistema convidado podem ser mapeadas no sistema hospedeiro. Desta forma podemos ter CentOS 5.6 e Windows 7 na mesma janela.
  • Canal genérico de comunicação: Permite controlar aplicativos no sistema convidado pelo sistema hospedeiro.
  • Sincronização de data/hora: Garante que a data/hora entre os sistemas estejam sincronizados.
  • Compartilhamento de área de transferência: Ctrl+C no sistema convidado e Ctrl+V no sistema hospedeiro e vice-versa.
  • Logons automatizados: Credenciais são armazenadas em um master repositório e podem ser utilizadas para autenticar outros sistemas convidados.
Os procedimento aqui descritos são aplicados no CentOS, mas podem ser utilizados com pequenas modificações para o Red Hat Enterprise Linux (RHEL) e Oracle Enterprise Linux (OEL).
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

FeedBurner

DiHITT

BlogToplist

 
Voltar ao Topo